Postagens populares

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Férias no Recife depois de muitos anos sem visitar a capital pernambucana me deixou a certeza de que ainda há estados onde o Turismo é levado a sério. O Centro Histórico é um rico pólo turístico, com seus museus modernos, passeio de catamarã pelos rios, bons bares e restaurantes e um excelente parque hoteleiro

   Foto: A.M.

Texto: Arnaldo Moreira

Recife, terra do frevo e do maracatu, a Veneza brasileira, que encanta por sua cultura e povo alegre, festeiro, foi meu lar nos últimos 12 dias. 




Não a conheci como hoje está, com a área do porto revitalizada, com museus, a casa de cultura, repleta de artesanato, e belos e bons restaurantes e bares. 



Essa é a, para mim, uma nova capital pernambucana, diferente da cidade que me encantou há mais de 40 anos quando ali desembarquei pela primeira vez, chegado do Rio de Janeiro, no Aeroporto dos Guararapes.



Uma coisa me surpreendeu em Recife, a enorme quantidade de casarões, preservados a maioria deles, da época do Império, coisa rara nesta terra em que assistimos em muitas grandes cidades esses belos, simbólicos e historicamente importantes imóveis coloniais se tornarem de repente enormes espigões destruindo a cultura urbana de épocas milenares que vemos ser mantida intacta, respeitada, na Europa. 

Deixei Recife certo de que seu povo é um defensor acérrimo da cultura e da história de sua cidade.


       Foto: A.M.

Olinda, ó, como é lindo esse formoso sítio histórico, com suas ladeiras e casario colonial, onde se vive sempre em festa. 


                   Foto: A.M.

É uma cidade onde se respira turismo e respeito pelo passado, terra de Seu Alceu - como carinhosa e respeitosamente meu filho Daniel chama esse monstro sagrado da música pernambucana, Alceu Valença – ele ama tanto sua terra que à sua afilhada, filha de seu amigo Bill, deu o nome de Olinda, e ao irmão dela, também seu afilhado, Pernambuco.


       Foto: A.M.

Pernambuco hipnotiza a gente, com uma energia que emerge de seu histórico centro e que emerge sob suas pontes. 



   Foto: A.M.

Navegar nos dois rios Beberibe e Capibaribe, que banham Recife, no Catamarã que rasga as águas em passeios que mostram a outra face da cidade, tanto durante a tarde, com direito ao pôr-do-sol, ou o noturno com seus mistérios e lendas, é programa obrigatório e imperdível. 



É quando vemos a terra como os portugueses e os espertos holandeses - que só ficaram por ali 24 anos - a viram quando desembarcaram.



Recife – Centro Histórico
História é o que mais se vive e respira no Centro de Recife. 



   Foto: A.M.

Os inúmeros casarões e edifícios coloniais, preservados, na sua maioria, lembram um passado que os pernambucanos viveram entre a cultura portuguesa e a holandesa, que durou 24 anos, até as tropas de Portugal expulsarem os holandeses da província.


       Foto: A.M.


O Centro do Recife é hoje de fato um importante pólo turístico nacional, que conta com atrativos diversos de ordem cultural e histórico. 



Uma visita para conhecê-lo pode começar pelo Marco Zero, local de reuniões, manifestações públicas e partida do Carnaval do Recife, e em torno do qual se localizam os Museus do Cais do Sertão, que retrata com muita fidelidade a vida do sertanejo e homenageia Luiz Gonzaga, do Paço do Frevo, o Centro de Artesanato de Pernambuco, os novos Armazéns do Porto, com seus bares e restaurantes, e o shopping Paço da Alfândega adaptado em um belo prédio onde funcionava a alfândega.



    Foto: A.M. 


Foto: A.M.
Chegada a hora de almoço, fui conhecer o Restaurante Dom Pedro, na Rua do Imperador Pedro II, 376, o mais antigo da cidade, que completa meio século de atividade ininterrupta, e é ponto de encontro da sociedade pernambucana, magistrados, políticos, jornalistas e intelectuais, especializado em comida portuguesa.




De tarde, o passeio continua pelas coloniais ruas do centro, até a hora do passeio de Catamarã, vale a pena conhecer o Centro de Artesanato, onde se encontram interessantes e variadas peças produzidas por artistas pernambucanos.


    Foto: A.M.


São imperdíveis as visitas ao Instituto Brennand, eleito em 2015 o melhor Museu da América do Sul, uma área a céu aberto, onde estão expostas as obras fantásticas do artista, e à Oficina de Cerâmica de Francisco Brennand.



Depois do passeio de Catamarã, é de bom tom parar num dos diversos restaurantes ou bares dos Armazéns do Porto e assistir a noite cair.

   Foto: A.M.

sábado, 26 de novembro de 2016

Talentos 2016 Maior desafio de Educação Profissional do Rio mostra como Sesc RJ e Senac RJ transformam vidas pelo conhecimento e oferece serviços gratuitos à população Praia de Copacabana abriga pavilhão que terá provas práticas para alunos do Senac RJ, e atividades culturais e esportivas do Sesc RJ gratuitas para a população



Tem início, na próxima quinta-feira, 1º de dezembro, às 10h, a edição 2016 do Talentos Sesc-Senac, na Praia de Copacabana (Posto 2 - entre ruas Rodolfo Dantas e Ronald de Carvalho). O evento que vai até domingo, dia 4, funcionará das 10 às 19 h, com entrada gratuita

Trata-se do maior desafio de educação profissional do Rio de Janeiro que acontecerá em um pavilhão de 15 mil m², em frente ao Hotel Copacabana Palace.

Enquanto os alunos do Senac RJ colocam em prática o que aprendem em sala de aula, o público pode fazer atividades como aulas-show de Gastronomia com chefs renomados, atendimentos de Beleza e Bem-Estar, games de Realidade Virtual, ações de Sustentabilidade, palestras e workshops, além de programação cultural e experimentações esportivas do Sesc RJ. Todos os serviços são gratuitos.

O Sistema Fecomércio RJ montou uma mini cidade para mostrar como o setor do comércio de bens e serviços contribui para o desenvolvimento do Rio.

O Talentos 2016 reúne todo o dinamismo dos cursos Senac RJ e o ambiente cultural e esportivo do Sesc RJ. 

Nos dois primeiros dias, os alunos do Senac RJ farão provas para mostrar tudo o que aprenderam nos cursos da instituição sendo avaliados por possíveis empregadores com desafios reais de cada profissão. 

Os temas contemplados na grande final do Talentos Sesc Senac são Educação, Cultura, Esporte e Sustentabilidade.

Ao longo dos quatro dias de evento, a população pode entrar em contato com o melhor do Sesc RJ e do Senac RJ em workshops de como fazer uma cama como a dos grandes hotéis, aprender a turbinar o computador e fazer melhor uso do smartphone

A programação também conta com apresentações culturais e experimentação esportiva, além de serviços de bem estar e beleza. Todos os serviços são gratuitos.

Mais do que uma competição, o objetivo central do Talentos Sesc Senac é mostrar para a sociedade em geral a forma como o Senac capacita os alunos. 

Eles são preparados para o mercado antes mesmo de terminarem o curso. E por meio dessa grande vitrine que é o Talentos, o mercado também é estimulado para recebê-los. 

Atuando em um cenário de competição, ainda que educacional, e de exibição para o público em geral e empresários os alunos já podem vivenciar a exigência da vida profissional que vão encarar a partir da formatura.

Criado em 2011, o Talentos tem o objetivo de destacar a qualificação como fator essencial para o desenvolvimento econômico das diversas regiões fluminenses, por meio das provas entre os melhores alunos das 39 unidades do Senac RJ. 

Este ano, o evento mobilizou mais de 30 mil alunos nas duas etapas preliminares – nas unidades do Senac e nas regiões de atuação da entidade. 

Nesta grande final em Copacabana, são 428 alunos de diversos cursos do Senac RJ em áreas como gastronomia, hotelaria, tecnologia da informação, saúde, beleza, design e administrativa. 

 A participação inédita do Sesc RJ no Talentos permite que os alunos expandam os seus conhecimentos para além do técnico das suas carreiras, vivenciando experiências sociais e pessoais transformadoras. 

Dessa maneira, a formação profissional interage com outras áreas, abraçando também importantes valores culturais e de responsabilidade social que são fundamentais no desenvolvimento do indivíduo.

Em sua proposta de oferecer novas perspectivas profissionais aos alunos e tornar o setor de comércio de bens e serviços cada vez mais profissional, o Talentos vai além. 

Ao fazer a conexão entre os alunos e o mercado de trabalho, oferece às empresas uma nova perspectiva para a contratação de mão de obra qualificada, o que também dá à cidade novas perspectivas de oferecer serviços de excelência para seus visitantes.

Etapas Talentos 2016

- Etapa 1 - Local
Foi realizada na própria sala de aula entre 09 e 16 de julho. Participam todos os alunos com pelo menos 20% da carga horária do curso executada, e também ex-alunos, de um dos 28 (vinte e oito) cursos que fazem parte do Talentos Senac 2016.

- Etapa 2 - Regional
Foi realizada em Unidades Regionais cabeças de chave (Niterói, Centro Politécnico – Riachuelo, Copacabana, Petrópolis, Resende e Campos). 

Participaram os três melhores classificados na Etapa Local, de cada curso, por Unidade, e um ex-aluno melhor classificado em seu curso em sua Unidade.

- Etapa 3 - Final
É a grande mostrar do melhor do Sesc e do Senac para a população, seja em forma de demonstração do ensino de qualidade do Senac, ou usufruindo dos serviços das entidades. Participam os 3 (três) melhores classificados na Etapa Regional em cada cabeça de chave, por curso.

Mais informações: www.talentossenac.com.br

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Quem visitar Paris, na Primavera de 2017, com um pouco de sorte, poderá, talvez, já se deslocar pela cidade num carro voador, que deverá entrar em produção em fevereiro do próximo ano.


Paris, capital da França, vai ser a primeira cidade no mundo a testar táxis voares no rio, neste caso no Sena. 

O carro em forma de ovo é feito de fibra de vidro e movido a energia solar. O objetivo é que flutue a cerca de 60 cm e que seja capaz de atingir uma velocidade de 30 km/h, o que lhe permitirá atravessar Paris em 15 minutos.


A empresa prevê começar a produção em fevereiro.

A capital francesa ultrapassou Londres na corrida para se tornar o palco dos primeiros testes de carros voadores


Os carros da Sea Bubbles devem estrear na Primavera do próximo ano e prometem ser parte da solução para o trânsito de Paris.

A cidade ultrapassou Londres na corrida para se tornar o palco dos primeiros testes destes carros voadores criados pelo francês Alain Thébault e pelo windsurfer sueco Anders Bringdal.

Dê uma olhada nas promoções da TAP neste dia de Black Friday para a Europa



Black Friday TAP - Europa com preços especiais!

Somente em 25 de Novembro!


Escolha os voos de ida, volta, ou ida e

volta com preços especiais


Você pode pagar em até 10x sem juros!




Saiba mais
Boas razões para voar na TAP
check in online
Check-in Online
Entretenimento a bordo
Entretenimento a bordo
Notificações
Notificações Automáticas



segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Apesar da crise que o Brasil enfrenta, o FESTURIS, Feira Internacional de Turismo de Gramado terminou neste sábado com um resultado que mostra a força do Turismo no Brasil, apesar de tão mal trabalhado pelo poder público brasileiro. As negociações realizadas entre os mais de 8.000 compradores de segmento no certame, que contou com a participação de cerca de 16 mil profissionais de turismo do Brasil e de diversos países, deverão gerar negócios no valor de mais de R$ 253 milhões, contra os cerca de R$ 205 milhões, 18% a mais do que em 2015.

Os diretores do FESTURIS, Eduardo Zorzanello, Marta Rossi e seu filho Marcus Vinícius, se divertem tirando uma self, à guiza de comemoração do sucesso absoluto da Feira de Turismo que organizam

De terno preto e crachá, o jornalista Flávio Prestes
foi incansável no atendimento à Imprensa.
A 28ª Feira Internacional de Turismo - FESTURIS, de Gramado, que se encerrou neste sábado, deve injetar em negócios no trade mais de R$ 253 milhões, gerados dos contatos realizados entre os cerca de 16 mil profissionais de turismo, entre os quais 8.031 compradores nacionais e internacionais.


O FESTURIS registrou este ano mais 58% de credenciais de participantes, em relação a 2015, e o número de agendamentos para a realização de contatos de negócios entre compradores e vendedores foi de 1.350.

Marta Rossi agradeceu a presença dos cerca 40 jornalistas presentes à coletiva

Durante a coletiva de Imprensa em que Marta Rossi, Marcus Vinícius Rossi e Eduardo Zorzanello, diretores do FESTURIS, divulgaram esses dados, foi revelado o perfil dos participantes da Feira, resultado de uma pesquisa realizada pelos alunos do curso de Turismo da FACART. 

Prof. Max, coordenador do curso de Turismo
A maioria foi de profissionais jovens entre 35 e 42 anos, dos quais 63% eram mulheres com nível superior e pós-graduação, 64% dos profissionais presentes tinham poder para executar negócios,  17% eram operadoras ou agências de viagens e 46% funcionários ou executivos de empresas.


A feira de Gramado aconteceu no pavilhão Serra Park, com 17 mil m2, onde estiveram 2.500 expositores em 400 estandes, dados que ratificam o sucesso do FESTURIS,que se firma definitivamente como a mais rentável e eficaz feira de negócios de turismo da América Latina.


Eduardo Zorzanello falou sobre a experiência da inclusão na feira do Espaço Luxury, que considerou um sucesso e anunciou sua ampliação na 29ª edição do FESTURIS, que acontecerá de 9 a 12 de Novembro de 2017.

O 1º Embaixador do FESTURIS, Crisóstomo entre Marcus, Marta e Eduardo

Outra iniciativa implantada foi o Projeto Embaixadores FESTURIS com que a organização pretende aproximar os profissionais de turismo da feira e incentivá-los a sensibilizarem integrantes do trade do Rio Grande do Sul a participarem do evento.
Dos 90 embaixadores credenciados, foi eleito Embaixador Honorário do FESTURIS, Rafael Crisóstomo. 


No próximo ano, Marcus Rossi anunciou que o trabalho dos Embaixadores será estendido aos Estados de Santa Catarina e Paraná, podendo chegar a mais de 500 agentes.

Marcus Rossi (esq.) e Marta Rossi com os representantes do Governo da Tunísia que garantiu a presença na feira em 2017
Outra conquista obtida por Marta Rossi foi a garantia de que o governo da Tunísia participará com um estande da feira em 2017. Esta será a primeira vez que esse país asiático investirá no turismo, no Brasil, além dos países da América Latina.


Da coletiva de Imprensa participaram além de Marta Rossi, Marcus Viníssius Rossi e Eduardo Zorzanello, o presidente da ABAV-RS, João Machado, a secretária de Turismo de Gramado, Rosa Helena Volpi, e o professor Max, coordenador do Curso de Turismo da FACART.

O plantio de uma árvore, por Marta e Marcus Rossi, à semelhança do ano passado, marcou o encerramento do 28º FESTURIS.

Na feira não podia faltar a presença da mortadela do Michelão, presidente do Sindetur nacional, que este ano foi ajudado pelo filho Alexandre Tuma.











O Brasil sofre de um mal que impede, por ignorância e falta de vontade política e interesse, dos gestores federais, estaduais e municipais, que o Turismo seja um dos fortes meios de receita e trabalho no País. Mas, há exceções que mostram que esses políticos estão errados. Gramado é uma cidade que vive estritamente do Turismo, onde segurança pública é um dos seus pontos altos, o desemprego não existe. A bela cidade gaúcha tem cerca de 200 hotéis e pousadas e recebeu no ano passado 6,5 milhões de visitantes, mais do que o número de turistas estrangeiros que vêm ao Brasil, anualmente, e até Janeiro vive sua mais forte festa: o NATAL LUZ




Texto e fotos: Arnaldo Moreira

Gramado, na serra gaúcha, localizada na bela Região das Hortênsias, foi invadida, neste fim de semana, por milhares de profissionais de turismo brasileiros e de diversos países dos quatro cantos do mundo que participaram do 28º Congresso e Feira Internacional de Turismo - FESTURIS, que se juntaram aos turistas que habitualmente visitam a cidade.


Dois fatos me chamaram a atenção tanto no FESTURIS quando nos diversos eventos que aconteceram no fim de semana e nos pontos turísticos: a organização perfeita, a pontualidade no início dos espetáculos, o apoio logístico e a segurança - em toda a cidade. 



Gramado é de fato uma cidade tranquila, segura. Conversei com diversos jornalistas que cobriram o FESTURIS e, eu próprio, testei essa inusitada situação caminhando pelas ruas de dia e de noite.



Quem imaginar que essa segurança se deve à presença ostensiva de polícia nas ruas, engana-se redondamente. 


Os policiais da Brigada Militar - nome da PM no Rio Grande do Sul - e os agentes da Guarda Municipal são vistos na organização do trânsito, junto aos locais de de realização eventos.



Essa ausência de policiais não impede que os motoristas parem sempre que algum pedestre pretenda atravessar a rua. Em Gramado, os pedestres são respeitados pelos motoristas, mesmo sem a vigilância policial. 



A bela cidade incrustada nas verdes montanhas gaúchas, tem apenas 35 mil habitantes, mas, em 2015, recebeu 6,5 milhões de turistas - número mais elevado que a quantidade de visitantes estrangeiros que vêm ao Brasil -, graças aos cerca de 300 eventos anuais, entre eles, o Festival Internacional de Cinema e a Feira Internacional de Turismo, de que este ano participaram cerca de 20 mil pessoas, neste fim de semana, de 3 a 6 de novembro.


Natal Luz
Em ritmo natalino, a cidade vive, de 28 de Outubro a 16 de Janeiro, sua mais importante festa, o Natal Luz, que atrai a Gramado muitos milhares de visitantes.


A cidade se transforma num Sonho de Natal, graças à belíssima iluminação e o bonito conjunto arquitetônico, essencialmente germânico, que oferece a seus visitantes muita diversão para adultos e principalmente  criançada concretiza, torna real o sonho natalino.


A Avenida Borges de Medeiros, a principal da cidade, onde se localiza a agitada Rua Coberta, repleta de lojas e restaurantes - cujas cadeiras são luxuosamente cobertas de pele de ovelha -, a Igreja Matriz e o Palácio dos Festivais, onde é encenada uma peça sobre o Natal e onde acontece o Show de Acendimento das luzes do Natal e o Cortejo do Natal Luz.


No Lago Joaquina Rita Bier é encenada a peça "Eu Sou Maria", em meio a um show de luzes e fogos de artifício, assistida, por seis mil pessoas.


Na Expo Gramado, com capacidade para 2,5 mil espectadores, outro belíssimo espetáculo arrebata a criançada que vive intensamente seu Sonho de Natal assistindo a peça "Natal pelo Mundo".



Ainda há atrações muito interessantes e imperdíveis, como o Mini Mundo, uma cidade em miniatura que mescla réplicas fiéis de prédios de várias partes do mundo, ricas em detalhes e únicas, baseadas em seus respectivos projetos originais.
Fonte de chocolate.

A cidade, onde se produz um dos melhores chocolates do País, tem uma gastronomia diversa com bons e confortáveis restaurantes e bares, onde se come bem, e conta com cerca de 200 hotéis e pousadas. Gramado te espera, leitor.