Postagens populares

segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

O Aqueduto das Águas Livres, em Lisboa, a partir do próximo dia 27, poderá ser visitado por turistas, oferecendo um novo belo panorama da cidade. O Aqueduto, construído entre 1731 e 1739, abasteceu de água parte da capital portuguesa até 1960.


O Aqueduto das Águas Livres, monumento nacional da capital de Portugal, vai receber um percurso de visita inspirado no Ciclo da Água de Lisboa, com passagem também pelo Reservatório da Mãe d'Água das Amoreiras, no dia 27 de janeiro.


Desde a década de 1960 do século XX que a cidade já não depende dele para se abastecer de água, mas o Aqueduto das Águas Livres, construído entre 1731 e 1799 por decreto régio, nunca deixará de ser um monumento essencial na vida dos lisboetas – e dos visitantes da cidade -, dando-se a conhecer com visitas guiadas como a que vai acontecer no dia 27 deste mês.


Ao longo de um percurso de cinco quilômetros, um guia da Caminhando.pt vai dar a conhecer a história daquela que é considerada uma obra notável da engenharia hidráulica em Lisboa, com um troço principal de 14 quilômetros de extensão com início na Mãe de Água Velha, em Belas, e término no reservatório da Mãe de Água das Amoreiras.


Em meados do século XIX, o aqueduto tinha cerca de 58 quilômetros de extensão, abastecendo cerca de 30 chafarizes na cidade com a água de 60 nascentes. 



Água que chegava às casas através de toda a sua arcaria, a qual, no vale de Alcântara, atinge os 914 metros de comprimento. 


Essa é porventura a parte mais conhecida (e fotografada) do aqueduto, pela beleza dos seus 35 arcos, incluindo o maior arco de pedra em ogiva do mundo.


Quem quiser participar nesta visita, que inclui entrada no Reservatório da Mãe d’Água das Amoreiras, deve marcar presença na Calçada da Quintinha, 6, às 9h50, no dia 27 de janeiro. 



A inscrição (15 euros por pessoa; 10 euros para visitar apenas o aqueduto) deve ser feita no site da Caminhando.pt., que aconselha os participantes a levar calçado e roupa confortáveis.


Fonte: DN

sábado, 20 de janeiro de 2018

Azul serve novo cardápio em voos internacionais para os Estados Unidos e Europa. Menu ressalta características da culinária brasileira e traz o sabor e carinho da comida feita em casa




A Azul Linhas Aéreas passa a oferecer um novo menu para os voos internacionais com destino aos Estados Unidos e Europa, partindo de Viracopos, Confins e Recife.  

O novo cardápio tem como principal objetivo valorizar o estilo comfort food e destacar as características da culinária brasileira, trazendo todo o sabor e carinho da comida feita em casa. No total, serão três diferentes combinações de cardápio, que podem variar de acordo com as origens e destinos do voo. As operações que partem de destinos internacionais para o Brasil também ganharão um novo menu.

“Estamos sempre pensando em como oferecer o melhor serviço a nossos Clientes. Nosso novo menu de bordo traz uma comida com gostinho de feita em casa e um toque de brasilidade, além de muita variedade e sabores marcantes. Além disso, nossos pratos são preparados todos os dias com muito carinho, deixando as refeições mais apetitosas. Com isso, temos certeza que a experiência Azul se torna ainda mais significativa”, afirma Cláudia Fernandes, diretora de Marketing e Comunicação.

Na classe Executiva, os clientes poderão optar por Ragu de cupim com mandioca cozida com manteiga de garrafa (foto), Escondidinho de mandioca com vegetais e até Xinxim de galinha com arroz de coentro, dependendo da época do voo, dentre outras opções. 

De sobremesa, o cliente pode escolher entre brigadeiro de panela com paçoca de amendoim, bolo de churros ou bolo de macaxeira com cocada queimada, além de sorvete, frutas frescas da estação e queijos. 

Os pratos principais que serão oferecidos na classe Econômica também trarão opções típicas da culinária brasileira. 

A Azul vai oferecer picadinho de carne com arroz de espinafre e lagarto recheado com linguiça e purê de batata. A sobremesa conta com o brasileiríssimo pudim de laranja ou bolo gelado de coco.


Confira os cardápios completos abaixo:

Classe Executiva

Pratos principais:
- Costelinha de porco com cuscuz paulista
- Arroz carreteiro
- Ragu de cupim com mandioca cozida com manteiga de garrafa
- Filé de frango recheado com tomate seco e queijo coalho com cuscuz de vegetais
- Filé de frango recheado com castanha de caju e canjiquinha
- Xinxim de galinha com arroz de coentro
- Bobó de camarão com arroz de coentro e limão
- Moqueca de frutos do mar com arroz de leite de coco
- Escondidinho de mandioca com vegetais

Sobremesas:
- Brigadeiro de panela com paçoca de amendoim
- Bolo de churros
- Bolo de macaxeira com cocada queimada


Classe Econômica

Pratos principais:
- Picadinho de carne com arroz de espinafre
- Lagarto recheado com linguiça e purê de batata

Sobremesas:
- Pudim de laranja
- Bolo gelado de coco

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Canadenses terão mais facilidade para visitar Foz do Iguaçu. Destino é o segundo preferido por turistas do país, conforme pesquisa do Ministério do Turismo.



A partir de hoje, 18, os turistas canadenses terão mais facilidade para visitar Foz do Iguaçu. O Canadá é o terceiro país a ser beneficiado pelo visto eletrônico. A medida adotada pelo Ministério do Turismo facilita a solicitação e emissão de vistos.

Com o início da validade do visto eletrônico, todo o período de solicitação, pagamento de taxas, análise, concessão e emissão de visto terá duração de até 72 horas contra os 40 dias necessários anteriormente. A solicitação do visto eletrônico é válida apenas para turismo de lazer ou negócios.

Conforme pesquisa do Ministério do Turismo, Foz do Iguaçu é o segundo destino preferido para quem escolheu viagem a lazer. 

O primeiro é o Rio de Janeiro. Ainda de acordo com o levantamento, quem decidiu vir ao Brasil a lazer teve como principais motivações: natureza, ecoturismo ou aventura (30,2%), sol e praia (28,5%) e cultura (20,3%). Os visitantes ficaram, em média 22,4 dias no Brasil e gastaram, em média, US$ 49,30 por dia.

“ O Destino Iguaçu desperta a atenção dos canadenses. A demora do visto era a última barreira para que Foz do Iguaçu se tornasse um dos sonhos de consumo dos turistas do Canadá”, diz o presidente do Conselho Municipal de Turismo, Felipe Gonzalez.

Ainda segundo a pesquisa, a experiência foi especial, já que 90,3% dos entrevistados afirmaram que tem a intenção de voltar ao Brasil.

Antes do Canadá, o visto eletrônico já foi implementando na Austrália (novembro) e no Japão. Os Estados Unidos serão o último país dessa etapa a contar com a facilitação que começa a valer na próxima semana.

“Foz do Iguaçu só tem a ganhar com o visto eletrônico. Esperamos que a medida impacte positivamente no fluxo de turistas estrangeiros para a nossa cidade. Esperamos um acréscimo de 30% na visitação dos turistas provenientes dos países que serão contemplados com o visto eletrônico”, afirma o secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla.

Fotos: Christian Rizzi

Azul reduz voos em Governador Valadares por falta de infraestrutura no aeroporto. Principal problema enfrentado pela companhia é a ausência do IFR, instrumento de auxílio para pouso



A partir de 5 de março, a Azul reduzirá de três para um voo diário, as operações que ligam Governador Valadares e Belo Horizonte. 

O motivo é a falta de infraestrutura no aeroporto do interior mineiro, que não conta com o sistema IFR, instrumento responsável por auxiliar os pilotos no momento do pouso da aeronave. 

Sem esse sistema, os níveis mínimos de segurança para pouso são elevados e, em qualquer condição meteorológica fora do padrão, a orientação para a companhia é cancelar ou alternar pousos para outros aeroportos, preservando a segurança de Clientes e Tripulantes. 

Tal prática vem ocorrendo com mais frequência, devido à maior instabilidade das condições meteorológicas em Governador Valadares. 

A companhia tem cancelado ou alternando, quase que diariamente,operações que envolvem o aeródromo do interior mineiro, o que gera prejuízos e desconforto para os Clientes e para a população da cidade.

“Nosso principal compromisso é oferecer à cidade de Governador Valadares uma operação confiável, que dê aos Clientes possibilidade de conexão com os mais diversos destinos oferecidos pela Azul para todo o Brasil e exterior, com Segurança, excelência e pontualidade. Nos últimos meses, por conta das condições meteorológicas adversas, e da falta de disponibilidade do IFR no aeroporto, a operação na cidade tem sido muito instável, resultando em muitos voos cancelados ou alternados. Dedicamos esforços para trabalhar junto com o aeroporto na melhoria das condições de operação e, até momento, não temos informação de providências para minimizar os impactos causados aos nossos Clientes. Por isso, decidimos ajustar nossa malha aérea e, assim que houver melhores condições de operação, bem como a certificação IFR, retomaremos imediatamente os três voos diários oferecidos na cidade”, destaca Flávio Costa, vice-presidente Técnico-Operacional da Azul.  

Confira como ficará a malha de voos a partir de 5/3/2018:

Malha atual
Voo
Origem
Saída
Destino
Chegada
Frequência
AD  5722
CNF
08:50
GVR
09:45
Segundas, terças, quartas, sextas e sábados
AD  2578
CNF
12:10
GVR
13:05
Segundas, terças, quartas, sextas e sábados
AD  2689
CNF
15:00
GVR
15:55
Terças e quintas
AD  2474
CNF
15:40
GVR
16:35
Segundas, quartas, sextas e sábados
AD  2868
CNF
16:15
GVR
17:10
Terças e quintas
Malha a partir de 5/3
Voo
Origem
Saída
Destino
Chegada
Frequência
AD  5722
CNF
08:50
GVR
09:45
Quintas e domingos
AD  2578
CNF
12:10
GVR
13:05
Segundas, terças, quartas, sextas e sábados

Sobre a Azul

Entre os 50 melhores vinhos do mundo, cinco são portugueses. Essa é a opinião de 26 milhões de apreciadores de vinho que acessaram o aplicativo VIVINO e deixaram ali suas impressões. Além dos vinhos caros apontados como melhores do mundo, há vinhos portugueses de muito boa qualidade com preços de mercado acessíveis às mais diversas bolsas

Com um preço médio de 221,40 euros , segundo a Vivino, este vinho do Porto velho recebeu uma pontuação média de 4,9 em 310 avaliações. Ficou no 6º lugar na tabela dos 50 melhor avaliados do mundo

Os vinhos portugueses têm hoje no mundo um lugar ao sol. Vinhos do Alentejo e do Douro alcançam patamares elevados entre apreciadores especialistas e gente que gosta dessa bebida que é chamada de "Sangue de Cristo". 


Jóia da Coroa da Casa Ferreirinha, o Barca Velha de 1999 foi avaliado 993 vezes e somou uma avaliação média de 4,8 pontos. O preço médio, segundo a Vivino, é de 533,49 euros. Ficou em 15º dos top 50

Essa tradição se deve à herança deixada pelos povos que habitaram por muitos séculos, fenícios, cartagineses, gregos e especialmente os romanos, estes responsáveis pelas exportações de vinho para Roma, durante o Império Romano.


Com 4,8 pontos médios em 140 avaliações distintas, o vinho do Porto Taylor's Single Harvest de 1967, ficou no 21º lugar do top 50. Tem um preço médio de 320 euros

Com a assinatura do Tratado de Methuen, popularmente chamado Tratado dos Panos e do Vinho  com o Reino Unido, em 1703, Portugal desenvolveu a exportação de vinhos e suas castas - tintas: Touriga NacionalBagaCastelãoTouriga Franca e Trincadeiraou Tinta Amarela, e as brancas: AlvarinhoLoureiroArintoEncruzadoBical e  Fernão Pires -  passaram a ser conhecidas e entraram no gosto de muitos povos.


O vinho da Adega da Cartuxa foi avaliados 526 vezes e recebeu 4,7 pontos de avaliação média. Com um preço médio de 427,50 euros, está no 28º lugar do top 50 da Vivino

Os vinhos portugueses estão entre os mais premiados do mundo graças à qualidade e alto padrão que atingiram e que ano a ano se aperfeiçoam.

O consumo de vinhos portugueses no Brasil atingiu um nível significativo de 30 milhões de euros no 1º trimestre de 2017 e se firmou ou como o segundo maior fornecedor de vinhos ao País, passando na frente de Argentina, França e Itália.

Em 47º lugar surge o duriense Maria Teresa da Quinta do Crasto. Os 540 utilizadores da Vivino que o avaliaram deram-lhe 4,7 pontos. Tem um preço médio de 240 euros



http://maringa.odiario.com/politica/2017/11/segundo-dados-portugal-e-o-segundo-maior-fornecedor-de-vinhos-para-o-brasil/2431088/
http://maringa.odiario.com/politica/2017/11/segundo-dados-portugal-e-o-segundo-maior-fornecedor-de-vinhos-para-o-brasil/2431088/

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Clube TudoAzul comemora dois anos com promoção que dará até 45 mil pontos em três meses



O Clube TudoAzul, produto do programa de vantagens da Azul Linhas Aéreas que possibilita a clientes fazer uma poupança de pontos por meio do pagamento de uma mensalidade, completou dois anos hoje. 

Para celebrar o seu sucesso, entre hoje e amanhã, clientes que aderirem ao Clube TudoAzul no Plano 10.000, garantirão 15.000 pontos de bônus, acumulando 45.000 pontos em apenas três meses. A promoção também é válida para os outros planos do Clube, com pontuação em dobro.

Em clima de festa Clientes e Tripulantes da companhia foram surpreendidos com ações exclusivas e muita animação no Aeroporto Internacional de Viracopos nesta quarta-feira. Executivos da companhia estiveram presentes para prestigiar o sucesso do Clube em um dia repleto de comemorações.

“É uma grande satisfação ver o Clube TudoAzul completar dois anos com esse sucesso. Esse é resultado de um trabalho dedicado de todo o time TudoAzul, que busca inovação e diversificação em suas parcerias, tornando os produtos ainda mais atrativos e criando promoções exclusivas para os Clientes do Clube. ”, celebra Alex Malfitani, vice-presidente Financeiro da Azul e diretor do TudoAzul.

Confira as promoções de aniversário do Clube TudoAzul (em vigor até dia 18/01):

Adesão ao plano Clube 10.000 até 18/01 = 45.000 pontos em três meses.
Mês 1: Adesão (10.000 pontos + 5.000 pontos Bônus)
Mês 2: Recorrência (10.000 pontos + 5.000 pontos Bônus)
Mês 3: Recorrência (10.000 pontos + 5.000 pontos Bônus)
Adesão aos planos Clube 1.000, Clube 3.000 e Clube 5.000 até 18/01 = pontos em dobro no 1º mês
Plano Clube 1.000 – 2.000 pontos no primeiro mês
Plano Clube 3.000 -  6.000 pontos no primeiro mês
Plano Clube 5.000 -  10.000 pontos no primeiro mês

Além disso, a partir do dia 18/01, Clientes que já aderiram ao Clube contarão com promoção de resgate exclusiva, que dará 20% de desconto na troca de pontos por bilhetes aéreos e produtos no Shopping TudoAzul.

Programa TudoAzul
O Programa de vantagens TudoAzul foi criado com o objetivo de estreitar o relacionamento com os Clientes da companhia, e hoje conta com mais de  oito milhões de membros. O programa oferece muitas vantagens aos seus Clientes, que podem acumular pontos voando. A partir de cinco mil pontos já é possível resgatar uma passagem aérea para mais de 100 destinos nacionais e internacionais. Os pontos podem ser utilizados em até dois anos e os Clientes também podem transferir seus pontos do cartão de crédito para sua conta TudoAzul. Além disso, é possível acumular créditos ao fazer compras em lojas virtuais parceiras do programa e maiores bancos do Brasil. O TudoAzul dispõe de quatro categorias: TudoAzul (categoria inicial), TudoAzul Topázio, TudoAzul Safira e TudoAzul Diamante. Para saber mais, acesse o site: www.voeazul.com.br/tudoazul.

domingo, 14 de janeiro de 2018

Prêmio Top Tur | Prêmio Panorama do Turismo | Profissionais e Iniciativas do Ano já supera os 10.000 votos


Homenageados com o prêmio na edição 2016
Foto Bruno Tadashi

Com candidatos agora em busca de voto pela internet, o processo de identificação dos destaques do setor turístico paranaense em 2017, futuros homenageados com o Top Tur | Prêmio Panorama do Turismo | Profissionais e Iniciativas do Ano, segue com expressiva participação popular. Mais de 10.000 votos já foram efetivados através da ficha de votação disponível no site www.panoramadoturismo.com.br.

Nessa sua sexta edição, o prêmio, considerado o mais importante do segmento no âmbito do turismo do Paraná, reúne 115 profissionais em torno das 25 categorias em disputa. Esses candidatos foram levantados em consulta realizada, no início de dezembro do ano passado, junto às principais instituições estaduais da área. 

A atual etapa de votação pela internet seguirá aberta até 17 de fevereiro, com possibilidade de apenas uma participação por IP.

Realização conjunta do Instituto Panorama do Turismo e da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná, através da sua Câmara Empresarial do Turismo, a premiação conta com respaldo das secionais da Abav, ABIH, Abrasel, Abrajet, Abeoc, Sindetur e da FBAJ, mais Sebrae-PR, Paraná Turismo e Abgtur. E nessa edição tem como mídia parceira o Diário do Turismo, de São Paulo.

Para votar nos candidatos preferidos basta abrir a ficha de votação acessível através de um banner na página inicial do site Panorama do Turismo.

sábado, 13 de janeiro de 2018

TCU apresenta trabalho de governança no Fórum Gramado


O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Augusto Nardes, é presença confirmada como palestrante do Fórum Gramado de Estudos Turísticos. 


Nardes garantiu o apoio do TCU ao evento, disponibilizando a apresentação de um trabalho de governança voltado para o Turismo. 

Assim, os representantes de secretarias municipais e estaduais de Turismo de todo o País teriam acesso a uma espécie de manual elaborado por técnicos do TCU, podendo evitar apontamentos e glosas no futuro.

O evento acontece entre 12 a 14 de abril de 2018 e visa deixar um legado de vanguarda aos destinos que apostam no turismo como atividade econômica sustentável. 


O Fórum vai oferecer conhecimento, com bases acadêmicas e práticas, aos que se voltam à prática do turismo. Desta forma, vai oferecer palestras e debates de turismólogos, economistas, empresários, filósofos, estudiosos e grandes pensadores que, cada um sob sua ótica, abordarão o turismo como tema central.

O Fórum Gramado de Estudos Turísticos é uma realização do SindTur Serra Gaúcha e conta com o apoio da Prefeitura de Gramado e da Câmara de Vereadores de Gramado. 


A orientação técnica para disciplinar a sistemática de sua organização está a cargo da Universidade de Caxias do Sul (UCS), detentora de um dos mais renomados centros de estudos turísticos do Brasil, através de seus cursos de mestrado e doutorado. 

O evento é direcionado aos players do turismo nacional, aos dirigentes de destinos turísticos, aos legisladores, ou seja, aos que possuem ferramentas para a implantação de diretrizes em suas comunidades. 

Cabe ressaltar que os estudantes de turismo também são foco do evento, que se propõe a debater temas acadêmicos e suas execuções práticas.

Informações e inscrições: http://www.forumgramado.com.br.

Na foto o ministro Nardes e o vereador gramadense Luia Barbacovi, um dos organizadores do evento.

Texto: Miron Neto

quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Turismo mundial registrou crescimento de 6%, em 2017. A 29ª Feira Internacional de Turismo de Gramado Festuris, de 2017, contribuiu com R$ 280 milhões e envolveu profissionais de turismo da América do Sul, Norte e Central, Europa, Oriente Médio e Estados Unidos. O próximo FESTURIS acontecerá de 8 a 11 de novembro.



A notícia é boa notícia para o setor turístico mundial. O novo secretário-geral da Organização Mundial do Turismo (OMT), Zurab Pololikashvili, anunciou nesta terça-feira (10) que o turismo internacional teve um crescimento de 6%, em 2017.

Os números foram divulgados durante o discurso no Fórum Espanha Internacional em Madri, onde Pololikashvili também destacou a progressão rápida da China como mercado emissor de turistas, impulsionando o alto aumento internacional do turismo mundial.

A notícia é comemorada pelos profissionais que atuam no turismo pelo Brasil. A CEO do FESTURIS Gramado - Feira Internacional de Turismo, Marta Rossi, destaca o potencial de crescimento do setor em todo o planeta. 



"Nós, em 30 anos trabalhando com Turismo e acompanhando de perto as tendências e movimentos da cadeia turística mundial, acreditamos muito no Turismo como a solução para um Economia forte em qualquer país. A taxa de pessoas que escolhem viajar e fazer turismo só aumenta nos últimos anos e é preciso que destinos, atrativos e toda a cadeia turística volte seu olhar e investimentos para o setor, aproveitando que os números tendem a melhorar ano pós ano pelo mundo", analisa.

O FESTURIS Gramado, que nasceu com propósito de apresentar o produto turístico gaúcho para o Brasil e fomentar os negócios no setor, na edição de 2017 recebeu mais de 60 destinos internacionais no Rio Grande do Sul e mais de 9 mil profissionais de turismo de todo o mundo. 


O evento teve 280 milhões de reais em geração de negócios, segundo levantamento da Universidade de Caxias do Sul - UCS. 

Nos últimos anos o FESTURIS se transformou em um dos maiores eventos de negócios do turismo da América Latina. O evento alcançou o Brasil, o Mercosul, a América Central e do Norte e expandiu seus horizontes em direção à Europa e ao Oriente Médio.

Neste ano o evento terá a 30ª edição e ocorre de 08 a 11 de novembro de 2018. Informações no site: www.festurisgramado.com.


Anexo foto da Ceo Marta Rossi e da Feira de Negócios do FESTURIS.