Postagens populares

domingo, 3 de dezembro de 2017

Beber uma cachaça com flocos de ouro 23 kilates, pode ser uma boa desculpa para quem for a Fortaleza poder saborear essa deliciosa pinga na Embaixada da Cachaça. Um bar, na Aldeota, que serve deliciosos petiscos e que tem nas prateleiras 350 marcas produzidas do Maranhão ao Rio Grande do Sul


Texto e Fotos: Arnaldo Moreira

Durante minha permanência em Fortaleza, conheci, a convite de meu amigo arquiteto cearense Henrique Valente (de chapéu na foto acima), um agradável bar que abriga a mais importante e bem recheada quantidade de aguardentes de cana da cidade, a Embaixada da Cachaça, local de encontro de apreciadores da branquinha.


As garrafas com nomes exóticos, esdrúxulos, alguns, engraçados, provocativos, intimistas se espalham pelas prateleiras por ordem de origem, independente da cor mais clara, ou amorenada, ganha durante sua permanência nos barris de carvalho ou de castanheira.

São mais de 350 opções de cachaça, ou de rótulos, produzidos do Maranhão ao Rio Grande do Sul, mas são os saídos dos alambiques de Minas Gerais, que ocupam a maior parte do espaço dos expositores da Embaixada da Cachaça.

Além das cachaças, o bar serve deliciosos petiscos e outras bebidas, além da cachaça. O ambiente da Embaixada da Cachaça é embalado por boa música. Em Fortaleza é um ponto que deve ser visitado.



A origem
Cansado de trabalhar em empresas, o engenheiro civil cearense Pedro ALTINO Farias decidiu fazer uma experiência empresarial própria e resolveu criar a Embaixada da Cachaça, a única verdadeira cachaçaria de Fortaleza.



“Na verdade, nunca gostei de trabalhar para outros e como não existia em Fortaleza uma loja especializada em cachaça, apostei na criação da cachaçaria, que pela qualidade do produto logo se firmou na cidade”, confessou Altino.



A Embaixada da Cachaça possui uma ampla gama de marcas das mais baratas e populares às de mais alto preço, como a mineira Havana, da região de Salinas, envelhecida em barris de carvalho, que custa R$ 1.000,00.



Outra que vale a pena citar, também mineira, é a Midas. 



Ela vem com uma ampola de ouro orgânico que é misturado à bebida. Custa R$ 380,00.



A Embaixada da Cachaça fica na Rua João Brígido, 1.245, com Rua Virgílio Távora, na Aldeota.
Tel. 085 3085-0428
Funciona de segunda a sábado, de 9h às 22h.
Postar um comentário