Postagens populares

sexta-feira, 26 de janeiro de 2018

O presidente dos Estados Unidos Donald Trump queria o seu quarto decorado com um quadro de Van Gogh que se encontra no museu Guggenheim, de Nova York e como supremo magistrado da nação pediu a valiosa obra ao museu. A resposta ele nunca esperou: a curadora do museu negou emprestar o quadro, mas sugeriu: uma sanita (vaso) em ouro de 18 quilates utilizada pelos visitantes do museu







O Presidente dos EUA e a mulher pediram um quadro de Van Gogh ao Museu Guggenheim, de Nova York, mas o museu nova-iorquino sugeriu o envio de uma sanita (vaso) totalmente em ouro, da autoria de um artista italiano.

Donald e Melania Trump tinham pedido emprestado o quadro "Paisagem com Neve", que ilustra um homem e o seu cão, para colocarem nos seus aposentos privados na Casa Branca. 

No entanto, a curadora do Museu Guggenheim de Nova Iorque, Nancy Spector - que tem criticado publicamente o Presidente norte-americano -, respondeu à Casa Branca que os Trump poderiam levar emprestada uma instalação de uma sanita utilizada pelos visitantes no museu.

A sanita, com 18 quilates e o título "América", é uma crítica do artista italiano Maurizio Cattelan à avareza da nação norte-americana. O seu valor estimado ultrapassa um milhão de dólares (R$ 3,2 milhões =/-).

No e-mail que enviou à Casa Branca, com uma fotografia da sanita dourada, Spector dizia: "Lamentamos não poder satisfazer o vosso pedido original, mas temos esperança de que esta oferta especial seja do vosso interesse".

A sanita poderia mesmo ser "um empréstimo a longo prazo", referiu a curadora do museu, acrescentando: "É, claro, muito valiosa e algo frágil, mas nós podemos providenciar todas as instruções para a sua instalação e manutenção".

A Casa Branca não comentou.
Postar um comentário